Áreas de Intervenção
Mobilidade

Em Portugal, o setor dos transportes é a segunda maior fonte de emissões de GEE, o que torna a mobilidade sustentável uma área prioritária.

01

Introdução

De acordo com o Programa Nacional para as Alterações Climáticas 2020-2030 (PNAC 2020-2030) (APA; 2015), em 2030, deve ser atingida, no setor dos transportes, uma redução de emissões na ordem dos -26%, face a 2005.

Como principais vetores de descarbonização do setor dos transportes, o PNAC considera a adoção de medidas nas seguintes áreas: Tecnologia; Combustíveis; Gestão da mobilidade - passageiros e mercadorias; Gestão da mobilidade - cidades sustentáveis; Administração Pública e Comportamentos.

A gestão da mobilidade assume assim especial importância a nível local, sendo no âmbito da competência municipal que se definem e implementam algumas das medidas mais relevantes, nomeadamente na adaptação do espaço urbano aos modos suaves de mobilidade, constituindo esta uma aposta e uma prioridade do município de Loulé.

02

ações / iniciativas

Para além da promoção e melhoria dos circuitos e da frota de transportes urbanos, dos transportes escolares, aquisição de viaturas elétricas e da aposta numa requalificação urbana promotora da mobilidade sustentável, com adaptação do espaço público, implantação de novos espaços verdes, zonas de lazer e privilegiando a circulação pedonal e ciclável, têm sido levados a cabo vários projetos e iniciativas, através dos quais se tem procurado construir uma dinâmica coerente nas questões da mobilidade sustentável.

Rede de Parqueamentos de Bicicletas

Bicicletas Partilhadas da Câmara Municipal de Loulé

Avenida José da Costa Mealha

Quinta do Lago - Pista Ciclável

Iniciativa Par(king) Day - Ocupa o teu Lugar na Cidade

Iniciativa Par(king) Day
Ocupa o teu Lugar na Cidade

Avenida do Atlântico - Pista Ciclável

Apanha-me! - Transportes Urbanos de Loulé

Vilamoura - Pista Ciclável

Vilamoura Public Bikes

Projeto de Bicicletas Partilhadas
nas Escolas

Intervenções e medidas

  • Implementação de um projeto-piloto de bicicletas partilhadas na autarquia e em três escolas da cidade, ação pioneira e difusora da marca “Loulé Adapta”. Atualmente são 36 as bicicletas disponibilizadas, 10 em cada uma das 3 escolas e 6 para uso dos funcionários da autarquia, sendo que em 2017 o projeto será alargado a outras escolas.
  • A cidade de Loulé dispõe ainda de uma vasta rede de parqueamento de bicicletas criada com o objetivo de proporcionar maior comodidade aos munícipes que utilizam este meio de transporte.
  • Sinalização horizontal informativa, zona de velocidade reduzida (“Zona 30) - O município fez questão de aumentar a segurança na coexistência de carros, bicicletas e peões, na artéria principal da cidade - Av. José da Costa Mealha – que passou a ter o estatuto de via partilhada.
  • Vilamoura Public Bikes - No restante território municipal, destaca-se a título de exemplo o sistema de bicicletas partilhadas gerido pela Inframoura, EM, composto por 39 estações, 200 bicicletas e 20 km de ciclovias, e que constitui um caso de sucesso a nível nacional.
  • A Infralobo, EM, na sua área de intervenção, encontra-se a implementar uma ciclovia partilhada, que contará com uma extensão total de aproximadamente 9 km. Complementarmente encontra-se em desenvolvimento um projeto de bicicletas híbridas partilhadas que permitirá ao utilizador alternar entre o conforto da bicicleta elétrica e o exercício físico proporcionado pela bicicleta tradicional.
  • Participação em programas contínuos de formação/sensibilização de mobilidade sustentável.
  • Promoção dos princípios de eco condução.
  • Semana Europeia da Mobilidade - Em 2016, o município de Loulé assinalou a Semana Europeia da Mobilidade com um vasto programa: realização do evento de rua “PARK(ing) Day – Ocupa o teu lugar na Cidade”, iniciativa “Dia 100 Bicicletas na Escola”, Dia Europeu Sem Carros e o Seminário “Loulé Adapta – Mobilidade Urbana”, com a formalização da adesão de Loulé ao movimento “Compromisso pela Bicicleta”, assumido não só pelo Município como também por todas as empresas municipais, agrupamentos escolares e algumas entidades e associações concelhias, foram apenas algumas das atividades realizadas.
  • Para 2017 encontra-se prevista a implementação da primeira ciclovia da cidade, abrangendo a Rua Ascensão Guimarães e a Avenida Laginha Serafim, prevendo-se a execução de uma solução de ciclovia em via bidirecional totalmente segregada, com uma extensão total aproximada de 1,5 km. Este projeto engloba igualmente uma forte componente de segurança rodoviária, com a implementação de medidas de acalmia de tráfego e melhoria da acessibilidade do espaço público, sobrelevação de passadeiras e soluções de pavimento tátil.
  • Promoção e utilização de soluções de mobilidade inteligente (tecnologias de informação de apoio à mobilidade e comunicação com os utentes, solução iParque Mobile para pagamento do estacionamento através de dispositivos móveis, etc.).
  • Campanhas para implementação de modos suaves de transporte.
  • Ciclovia Almancil - Quinta do Lago.
  • Participação e desenvolvimento de estudos e planos relacionados com a mobilidade.

03

Como
contribuir

Altere o seu modo de locomoção, adotando formas de mobilidade mais sustentáveis:

1

Aumente as deslocações realizadas a pé, de bicicleta e de transportes públicos.

2

Nas deslocações em viaturas motorizadas, adote os princípios da eco condução.

3

Promova e utilize os sistemas de partilha de viaturas.

CONHEÇA AS OUTRAS
ÁREAS DE INTERVENÇÃO