Loulé Adapta

O município de Loulé considera as alterações climáticas como um dos desafios mais importantes do século XXI.

01

a marca loulé adapta

A marca Loulé Adapta foi criada pelo município de Loulé para assinalar e promover as boas práticas de sustentabilidade implementadas no território e todas as ações desenvolvidas no âmbito da Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Loulé (EMAAC de Loulé), constituindo em paralelo um alerta para a mudança de comportamentos, na busca de um estilo de vida mais sustentável e diferenciador.


GIF Logo

02

EMAAC de loulé

O desenvolvimento da Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas do município de Loulé (EMAAC de Loulé), iniciado em janeiro de 2015, no âmbito do projeto ClimAdapt.Local, pretende promover, em todo o território municipal, uma resposta coerente às múltiplas problemáticas relacionadas com as alterações climáticas e colocar o município na vanguarda a nível nacional no que diz respeito a estas matérias.

A EMAAC de Loulé foi aprovada pelo Município a 8 de Junho de 2016.

 


Não é a mais forte das espécies que sobrevive; nem a mais inteligente que sobrevive. É aquela que for mais adaptável à mudança. Charles Darwin

visão estratégica e objetivos

VISÃO ESTRATÉGICA

Desenvolvimento de um município consciente, informado e capacitado na resposta às alterações climáticas e que incorpore na ação municipal e na gestão territorial os fatores, ameaças e oportunidades associados às novas dinâmicas climáticas.


OBJETIVOS

  • Reduzir a vulnerabilidade aos eventos climáticos extremos e aumentar a capacidade adaptativa do município, bem como tomar partido de potenciais oportunidades;
  • Acrescentar conhecimento sobre alterações climáticas;
  • Criar dinâmicas de envolvimento dos agentes sociais e económicos no sentido de os mobilizar para a mudança;
  • Difundir o processo estratégico desenvolvido.

metodologia

opções de adaptação

03

a rede de municípios de adaptação às alterações climáticas

Imagem

Criada em dezembro de 2016, na sequência do projeto ClimAdaPT.Local, a adapt.local - Rede de Municípios para a Adaptação Local às Alterações Climáticas, constitui uma parceria liderada por municípios, mas que envolve também instituições de ensino superior, centros de investigação, organizações não-governamentais e empresas, com a finalidade de dinamizar a Adaptação Local às Alterações Climáticas em Portugal.

A Rede foi formalizada no dia 31 de março de 2017, na cidade de Guimarães, na primeira reunião, onde o presidente da Câmara Municipal de Loulé, Vítor Aleixo, foi eleito o presidente do Conselho Coordenador da adapt.local, que é o órgão que constitui a estrutura executiva e tem como missão assegurar a representação externa da Rede e definir as melhores estratégias a prosseguir para a concretização da missão e dos objetivos.

Consciente de que as atuais tendências de aquecimento global são assumidamente preocupantes e que os impactos e consequências da mudança climática já se fazem sentir, nomeadamente nas comunidades locais, a adapt.local tem como objetivos afirmar a importância da escala local no desenvolvimento e implementação de soluções e de opções de adaptação às alterações climáticas, contribuir para a capacitação dos municípios portugueses nestas matérias e promover a incorporação de medidas de adaptação às alterações climáticas nas políticas, nos instrumentos de planeamento e nas intervenções locais.

Para mais informações consulte o sítio eletrónico da adapt.local - Rede de Municípios para a Adaptação Local às Alterações Climáticas.


04

o conselho local de acompanhamento da EMAAC de loulé

imagem

O Conselho Local de Acompanhamento (CLA) da Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas (EMAAC de Loulé) foi criado com o objetivo de contribuir para a promoção, o acompanhamento e a monotorização da adaptação local, no sentido de uma governança adaptativa mais eficiente, participada e duradoura. A reunião inaugural do CLA da EMAAC de Loulé ocorreu a 22 de maio de 2017.

Este conselho reúne-se em plenário duas vezes por ano, sendo aberto a todos os cidadãos, empresas e instituições que queiram participar para que deem o seu contributo na EMAAC de Loulé. Cabe ao Município de Loulé convocar as reuniões, definir a sua missão, atribuições, regime de funcionamento e horizonte temporal, salvaguardando a oportunidade de todos se manifestarem sobre os assuntos em causa. De igual modo, este conselho pode dinamizar iniciativas que promovam e disseminem a cultura de adaptação à escala local através de ações de sensibilização, formação e/ou divulgação de boas práticas.

Consulte a Composição e as Normas de Funcionamento do CLA da EMAAC de Loulé aqui.